Caixa lança site e aplicativo para solicitar auxílio emergencial

O Auxílio Emergencial foi anunciado pelo governo federal brasileiro no fim do mês de março e agora, duas semanas depois, algumas famílias brasileiras já receberam a primeira parcela do auxílio que visa atuar como uma fonte de renda para as milhões de pessoas que ficaram desempregadas e foram prejudicadas de alguma forma com a pandemia do coronavírus.

Cada família pode receber até R$1,2 mil de auxílio durante três meses, sendo que o período de duração do mesmo pode ser prorrogado, de acordo com as necessidades dos trabalhadores. Quem é trabalhador informal, trabalha como autônomo ou possui a própria empresa por meio do MEI, também pode ser beneficiado. Confira tudo sobre o site e aplicativo para solicitar o Auxílio Emergencial a seguir.

O que é o Auxílio Emergencial

O auxílio emergencial é uma ajuda criada pelo Governo Federal brasileiro a todos os trabalhadores que ficaram desempregados por causa do coronavírus, assim como aos trabalhadores informais, autônomos e MEI que estão com seus negócios sendo prejudicados atualmente. O intuito é fornecer uma fonte de renda a essas famílias para que não passem necessidades e possam arcar com suas contas.

A princípio, o auxílio será pago durante três meses. O valor mínimo é de R$600, sendo que cada família pode receber até R$1.200,00. Há duas formas do cidadão receber o auxílio: diretamente em sua conta bancária ou, se não possuir nenhuma, por meio de uma poupança digital que a Caixa Econômica criará automaticamente.

Para facilitar a solicitação ao auxílio e também promover agilidade no pagamento do mesmo, a Caixa Econômica criou um site e um aplicativo por onde os trabalhadores interessados podem fazer o cadastro e acompanhar sua análise de informações.

Quem pode receber o Auxílio Emergencial

Desde que o auxílio emergencial foi anunciado, milhares de brasileiros buscam informações sobre o mesmo, a fim de descobrirem se possuem direito e como podem recebe-lo. É importante que todos fiquem cientes dessas informações para que possam solicitar e ser beneficiados com a ajuda mensal.

Podem receber o auxílio emergencial pessoas que não possuem um emprego formal, maiores de idade, que não recebem nenhum tipo de benefício assistencial ou da Previdência (com exceção do Bolsa Família) e que possuam uma renda mensal de R$522 por pessoa ou uma renda mensal total de até três salários mínimos.

Ainda podem receber o auxílio mães que são chefes de família e atendam aos demais requisitos mencionados. Autônomos, trabalhadores informais e microempreendedores individuais também têm direito a receber o auxílio.

Como fazer para receber o Auxílio Emergencial

Outra informação que é muito buscada em relação ao auxílio emergencial é como fazer para recebe-lo. Bom, tudo vai depender de cada trabalhador e/ou família. Beneficiários do Bolsa Família também têm direito ao benefício e estes já estão cadastrados no Cadastro Único do governo, portanto receberão o auxílio automaticamente, podendo optar por qual querem receber: Bolsa Família ou Auxílio Emergencial, devendo escolher aquele de maior valor.

Já quem não recebe o Bolsa Família, mas está cadastrado na base de dados do governo (Cadastro Único), poderá receber após passar pela análise de dados realizada pela Dataprev. Há ainda aqueles que não recebem o Bolsa Família e não possuem o cadastro; estes, exclusivamente, podem receber se cadastrando pelo site ou aplicativo lançados pela Caixa. Todas as informações serão analisadas de acordo com as demais bases do governo e se o cidadão for aprovado, poderá receber o auxílio.

Devemos lembrar ainda que os pagamentos dependem do calendário anunciado pela Caixa e podem levar em conta seu mês de nascimento, assim como o fator de você possuir ou não uma conta bancária.

Auxílio Emergencial para quem é beneficiário do Bolsa Família

As famílias que recebem o Bolsa Família não precisam se preocupar em fazer um cadastro, pois receberão o auxílio de forma automática por 3 meses. Nesse período, o Bolsa Família ficará suspenso, não sendo possível acumular os dois benefícios. Após esse período, caso o auxílio não seja prorrogado, a família volta a receber o Bolsa Família normalmente.

O saque do auxílio poderá ser feito pela família normalmente como se fosse sacar o Bolsa Família, sem nenhum tipo de alteração. Os pagamentos estão sendo liberados aos poucos, conforme calendário lançado pela Caixa.

Cadastro pode ser feito tanto no site quanto no aplicativo

Os cidadãos que não recebem o Bolsa Família e não estão cadastrados no Cadastro Único, devem fazer o seu cadastro para receber o auxílio emergencial por meio do site ou do aplicativo lançados pela Caixa. O site pode ser acessado por meio do link https://auxilio.caixa.gov.br/ , enquanto que o aplicativo pode ser encontrado na loja de aplicativos do seu celular, através desse link.

O processo para se cadastrar em ambas as plataformas é idêntico. Primeiro você deve ir na opção “Realize sua Solicitação” e garantir que atende a todos os critérios. Logo depois você deve começar a preencher o seu cadastro informando seu CPF, nome completo, data de nascimento e nome da mãe. Mais alguns dados pessoais são solicitados, além de ser necessário informar sua profissão e a última renda. O sistema também solicita que você informe e cadastre os membros da sua família que moram com você. Um código é enviado via SMS para o seu número de celular para validar o seu acesso.

Com todas as informações enviadas, agora a Dataprev avalia todos os dados, o que pode demorar alguns dias. Enquanto isso, o status da sua solicitação fica “Em Análise”. Se você for aprovado e tiver informado uma conta bancária, o benefício será depositado nela na data prevista pela Caixa, de acordo com seu calendário. Caso você não possua uma conta bancária, a Caixa criará uma poupança digital para você, mas inicialmente só será possível fazer transferências com o valor.

Outras informações do Auxílio Emergencial

Muito em breve aqueles que receberam o auxílio por meio de uma poupança digital terão a opção de efetuar o saque da quantia. Isso estará disponível no fim do mês, a partir do dia 27 de abril indo até 5 de maio, de acordo com o mês de nascimento.

Leave a Comment

Atenção: O Jovem Aprendiz Cadastro não solicita em nenhuma situação quantias em dinheiro para liberação de qualquer tipo de produto sobre emprego, seja jovem aprendiz ou vagas. Caso isto aconteça nos avise pelo formulário imediatamente. Observações: O Jovem Aprendiz Cadastro trabalha para manter todas informações o mais atualizadas possível. Vale ressaltar que essas informações podem divergir das informações encontradas nos sites de instituições empresariais e ou provedores de serviços de um site específico. Sobre instituições que não temos parcerias, todos os produtos indicados nesse site https://jovemaprendizcadastro.com não tem nenhuma garantia das informações estarem atualizadas. Lembre-se sempre de ler as condições de uso e termos de aquisição das instituições empresariais que você escolher. Parceiros: Como monetizamos? Recebemos uma pequena quantia das publicidades em nosso site e dos nossos parceiros quando indicamos um usuário que solicita algum produto ou uma proposta. Tudo que publicamos é baseado em avaliações quantitativas e qualitativas de cada produto. Vale ressaltar que nossos parceiros podem influenciar diretamente sobre os produtos que escrevemos e revisamos, na ordem dos "melhores" artigos e no local que esses produtos aparecem no Jovem Aprendiz Cadastro. Como temos diversos produtos em nosso site, não damos nenhum tipo de garantia da qualidade e atualidade das informações de todos esses produtos, por isso garantimos e priorizamos informações dos nossos parceiros. Nos avise pelo nosso formulário de contato.

Considerações: O Jovem Aprendiz Cadastro se esforça para manter todas informações atualizadas e precisas. Estas informações podem ser diferentes do que você vê nos sites de instituições empresariais, provedores de serviços ou um site de produtos específicos. Em caso de instituições não parceiras, todos os produtos empresariais são apresentados sem garantia das informações estarem atualizados. Sempre que escolher sua oferta leia as condições das instituições empresariais e termos de aquisição.

Parcerias: Como ganhamos dinheiro? Recebemos uma pequena compensação das publicidades em nosso site, dos nossos parceiros quando alguém efetua uma solicitação de proposta ou é aprovado para uma empresa que indicamos. As matérias que publicamos no Jovem Aprendiz Cadastro são baseados em avaliações qualitativas e quantitativas de cada produto - apenas. Nossas parcerias podem influenciar sobre os produtos nos quais escrevemos e revisamos, a ordem que os produtos aparecem nos "melhores" artigos, onde e se os produtos aparecem no Jovem Aprendiz Cadastro e o local onde são exibidos no site. Nós apresentamos diversos produtos, como você pode ver em nosso site, não damos garantia a qualidade e atualidade das informações de todos eles, por esse motivo priorizamos e garantimos as informações de instituições parceiras.